Life

Um post um bocado depressivo

Hoje o post vai ser um bocadinho de cariz pessoal, e para ser honesto estou um pouco inseguro em o fazer. No entanto se conseguir ajudar alguém que passou/está a passar pelo mesmo que eu, fico contente e sei que não foi em vão.

Olá sou o André e hoje estou um bocado depressivo. Há dias em que sinto que estou um bocado em baixo, e sei que é das emoções ou algo me aconteceu para estar assim. No entanto há outros em que simplesmente estou em baixo sem razão aparente e isso é chamado de depressão clínica. Esta para mim é a pior. Parece que a depressão uniu forças com a ansiedade e o mundo de repente fica mais assustador do que já é. A mente parece que fica dura, pensar custa, comer custa, respirar custa, e sinceramente parece que perco o prazer de me levantar para seguir com a vida em frente. Nada funciona, o meu peito fica apertado, sinto que tenho um grande peso em cima dos ombros  De repente tudo se torna difícil, complexo e super messy. E sinto que nada vai ficar bem novamente. E embora me digam “hey, é só um dia mau, vais ver que isso passa e amanhã é um novo dia”, a verdade é que não é assim tão simples.

Eu sei que é a minha mente a pregar-me partidas e tentar puxar-me para baixo, como se estivesse preso num loop de pensamentos escuros, e não sentes nada. Então colocaste a ouvir músicas que outrora te fizeram-te sentir alguma coisa, e sentes-te numb, vês um filme para ver se alivia, e não consegues sequer te relacionar com a personagem, os teus amigos convidam-te para saíres, mas nem isso te consegue colocar um sorriso honesto na cara. Quando estas deprimido, sentes que te sugaram toda essa felicidade e que não há nada que a traga de volta. Então fico preso ao passado onde relembro boas memórias com esperança de sentir alguma coisa.

Como estão a ver, este não é um post propriamente positivo, mas acho que é interessante manter uma espécie de diário/registo para reler no futuro I guess. E acho que é uma boa altura para escrever tudo o que sinto e somehow, get it out of my chest.

4 Comentários

  1. Incrível como consegues descrever na perfeição aquilo que tantas vezes sinto.
    Nesses dias parece tudo vazio. Não existe lugar para as palavras, o mundo é turvo.
    Infelizmente, muitas vezes, esses episódios são recorrentes e também me assustam um bocadinho. Acredita que o teu post pode ajudar muita gente porque, pelo menos, muitas pessoas se vão identificar com o que aqui mencionaste.
    Temos mesmo de pensar que “é só um dia mau”. A vida continua lá fora e está à espera da nossa garra!
    Beijinhos

    1. Muito obrigada pelo teu comentário!! Nem imaginas o quão feliz isso me deixa 🙂 é verdade que consegue ser assustador mas também há que manter a cabeça levantada 🙂 beijinhos (adoro o teu blogue 😉 )

  2. Os dias menos positivos também fazem parte da nossa jornada e fazer de conta que eles não existem não atenua aquilo que possamos estar a sentir. Nem tudo é um mar de rosas, por isso deitar cá para fora, seja por escrito, seja a falar com alguém, é uma maneira de lidarmos com a situação. De percebermos o estado em que estamos e o que estratégias temos ao nosso alcance para a superarmos. E tenho a certeza que ajudarás mais pessoas que passem pelo menos.

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: